Chama Paralímpica em Joinville!

Os jogos olímpicos do RIO2016 terminaram, mas… fica, vai ter paralimpíadas! E a preparação está incrível!

Ontem, 05/09/2016, a cidade de Joinville (SC) estava em festa para receber a chama olímpica que Prometeus (tem que Cumpriris!) tomou de Zeus para entregar aos mortais! Joinville, a única cidade do Sul, e uma das 5 selecionadas do Brasil foi escolhida para a passagem do fogo paralímpico pela identificação e proximidade com as atividades de paradesporto. Que honra!

Eu não podia deixar de prestigiar esse momento único. Quando íamos pensar, há alguns anos, que Joinville receberia tal honraria? E quando vamos ter uma nova oportunidade de receber a chama paralímpica aqui?

O acendimento da pira aconteceu pouco depois das 17:30, no Centreventos Cau Hansen, mas a festa do revezamento já havia começado pela manhã, passando por diversos pontos turísticos e entidades que incentivam o paradesporto em Joinville.

img_7577

Estacionamento do Centreventos Cau Hansen, minutos antes de receber a chama paralímpica.

As ruas do entorno do Centreventos foram tomadas de diversidade humana. Bem do jeito que o blog gosta. 😀

Entre crianças, jovens e idosos, a expectativa era a mesma: a emoção da chama, que representa coragem, força e determinação, estava prestes a chegar!

2016-33-06 16-33-29.gif

E chegou! A atleta Ádria dos Santos, a última condutora do revezamento, acendeu a pira paralímpica em Joinville, ao som de “A vida do viajante”, de Luiz Gonzaga.

Acho que nunca esquecerei da emoção desse momento. Muito mais que uma simples chama em revezamento, estamos vivendo a celebração do esporte como incentivador de vidas! E o mais incrível: a criação de referências para as crianças !

Antes de ir embora, pedi para registrar esse momento com um dos condutores.

img_7589 Esse é o Thiago, presidente da Associação de Apoio aos Surdos de Joinville, que estava emocionado por participar do revezamento. Disse que nunca imaginou viver emoção parecida! Obrigada mais uma vez, Thiago!

Os jogos olímpicos especiais para atletas com deficiência foram organizados pela primeira vez em Roma em 1960, imediatamente após os Jogos Olímpicos. Estes são considerados os primeiros jogos Paralímpicos da História moderna. Lá, cerca de 400 atletas vindos de 23 países, competiram em 8 esportes, 6 deles ainda inclusos no programa de competição Paralímpica (tênis de mesa, arco e flecha, basquete, natação, esgrima e atletismo). Desde então, os Jogos Paralímpicos são organizados a cada quatro anos, sempre no mesmo ano dos Jogos Olímpicos.

Neste ano, as competições ocorrerão na cidade do Rio de Janeiro (#Rídjanêro, para os íntimos), de 07 a 18 de setembro, com as mais variadas modalidades.

O que vai ter: ATLETAS com algum tipo de deficiência, motivados e competitivos querendo vencer.

O que NÃO VAI TER:  pessoas exemplos de superação/dificuldade, contando sua história de sofrimento e como a vida foi L0k4 com elas.

Joinville estará representada nos Jogos Paralímpicos pelos atletas Sheila Finder, Justino Barbosa dos Santos e Laercio Alves Martins (atletismo) e Talisson Henrique Glock (natação).

Vamos torcer!

 

Anúncios

Comente aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s