‘Judiciário deve proporcionar acesso a todos’

Ontem, enquanto fazia uma pesquisa no site do TJ-SC, encontrei esta notícia:

O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Nelson Schaefer Martins, recebeu na manhã desta sexta-feira (21), em seu gabinete, os presidentes da Associação Florianopolitana de Deficientes Físicos (Aflodef), José Roberto Leal; da Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE), Rosemeri Bartucheski; e o representante da Associação Catarinense para Integração do Cego (Acic), Leonardo Apolinário Inácio.

Antes da assinatura simbólica de duas ordens de serviço para a reforma dos Fóruns de Joinville e Fraiburgo, o presidente do TJ fez questão de ressaltar que esse simples ato simboliza o esforço do Poder Judiciário em oferecer à sociedade de Santa Catarina a acessibilidade de que muitos necessitam. “Sem acessibilidade, não poderemos oferecer justiça”, sintetizou Nelson Schaefer. O predidente do TJ disse, ainda, que fará tudo para assegurar os direitos da sociedade referentes ao acesso físico às dependências dos fóruns, e para viabilizar aos deficientes visuais o acesso às decisões publicadas no site do TJ. “Este é um momento importante no início de nossa caminhada, vamos buscar a igualdade a todos, sem restrições”, finalizou. Schaefer foi bastante aplaudido pelos presentes, que fizeram questão de destacar o interesse demonstrado pelo Judiciário em debater a questão da acessibilidade com as associações.

[…]

Eu li “Reforma” na mesma frase de “Fórum de Joinville“?

Continua…

Em seguida, todos se dirigiram à sala de reuniões da presidência, onde, de forma simbólica, assinaram ordem de serviço para a reforma dos Fóruns de Joinville e Fraiburgo. Presentes também ao encontro o diretor-geral administrativo do TJ, Cleverson Oliveira, e o diretor de Engenharia e Arquitetura (DEA), Herlei José Cantú, entre outros.


É verdade!

A pedido do presidente do TJ, o diretor da DEA fez um breve relato das obras que terão andamento durante a presente gestão. Segundo o cronograma apresentado, estão em execução obras nos Fóruns de Armazém*, Ascurra*, Brusque*, Capital – Sede*, Descanso*, Fraiburgo*, Correia Pinto*, Gaspar, Lages*, Pomerode*, Rio do Sul, São Miguel do Oeste*, Tijucas – Canelinha* e Videira* (*obras a serem concluídas no biênio 2014/2015).

“Os novos fóruns já contemplam a acessibilidade e, quanto aos prédios já construídos, já temos projetos para adequar essas instalações, a fim de garanti-la”, disse Herlei. Ao encerrar a reunião, o desembargador Nelson ressaltou que deve haver conscientização de que a acessibilidade deve atingir a todos.

(*Para quem quiser ler a notícia na íntegra: http://app.tjsc.jus.br/noticias/listanoticia!viewNoticia.action?cdnoticia=29635)

Fico feliz quando leio que a acessibilidade deve atingir a todos, porque esta é a maior bandeira do SemAcesso! Acessibilidade nunca foi e nunca será algo exclusivo de certos guetos da sociedade. Acessibilidade é um direito de todos e ponto final.

E pensar que a intrépida trupe do SemAcesso deu um…digamos… “empurrãozinho inicial” para estas “mudanças” me enche de orgulho!

Nada neste sentido vem fácil (é demorado, envolve várias pessoas e setores, boa vontade, além de outros fatores), mas atentar-se para isto mostra o grau de maturidade de uma sociedade. Colocar-se no lugar do outro é um dos principais desafios da nossa época.

#SemAcesso deixando legados 🙂

Anúncios

5 comentários sobre “‘Judiciário deve proporcionar acesso a todos’

Comente aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s