Como receber as atualizações do blog no Facebook

Se você acompanha o blog pelo Facebook há algum tempo, deve ter percebido que a rede social mudou suas configurações e que agora você não recebe todo o conteúdo da fanpage do SemAcesso e tantas outras. Isto ocorre porque o Facebook mudou sua política de publicidade e, assim, menos de 10% das pessoas que curtem a fanpage recebem as atualizações (a não ser que o proprietário da página pague pela divulgação do conteúdo).

Mas há uma solução: ao entrar na página do SemAcesso no Facebook, clique em “curtir”, depois na opção “Obter notificações” e no botão “Seguir”, de acordo com a imagem abaixo:

foto 2(1)

Viu como é fácil? Agora as atualizações do SemAcesso voltarão a aparecer na sua linha do tempo! 😉

Acompanhe-nos pelo Facebook também! Sempre há atualizações bem interessantes (na maioria das vezes são indicações dos queridos leitores) relativas ao blog!

“Facebook: É gratuito e sempre será!” Será?

Curta a página do SemAcesso no Facebook! E convide seus amigos! 😉

 

Anúncios

‘Judiciário deve proporcionar acesso a todos’

Ontem, enquanto fazia uma pesquisa no site do TJ-SC, encontrei esta notícia:

O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Nelson Schaefer Martins, recebeu na manhã desta sexta-feira (21), em seu gabinete, os presidentes da Associação Florianopolitana de Deficientes Físicos (Aflodef), José Roberto Leal; da Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE), Rosemeri Bartucheski; e o representante da Associação Catarinense para Integração do Cego (Acic), Leonardo Apolinário Inácio.

Antes da assinatura simbólica de duas ordens de serviço para a reforma dos Fóruns de Joinville e Fraiburgo, o presidente do TJ fez questão de ressaltar que esse simples ato simboliza o esforço do Poder Judiciário em oferecer à sociedade de Santa Catarina a acessibilidade de que muitos necessitam. “Sem acessibilidade, não poderemos oferecer justiça”, sintetizou Nelson Schaefer. O predidente do TJ disse, ainda, que fará tudo para assegurar os direitos da sociedade referentes ao acesso físico às dependências dos fóruns, e para viabilizar aos deficientes visuais o acesso às decisões publicadas no site do TJ. “Este é um momento importante no início de nossa caminhada, vamos buscar a igualdade a todos, sem restrições”, finalizou. Schaefer foi bastante aplaudido pelos presentes, que fizeram questão de destacar o interesse demonstrado pelo Judiciário em debater a questão da acessibilidade com as associações.

[…]

Eu li “Reforma” na mesma frase de “Fórum de Joinville“?

Continua…

Em seguida, todos se dirigiram à sala de reuniões da presidência, onde, de forma simbólica, assinaram ordem de serviço para a reforma dos Fóruns de Joinville e Fraiburgo. Presentes também ao encontro o diretor-geral administrativo do TJ, Cleverson Oliveira, e o diretor de Engenharia e Arquitetura (DEA), Herlei José Cantú, entre outros.


É verdade!

A pedido do presidente do TJ, o diretor da DEA fez um breve relato das obras que terão andamento durante a presente gestão. Segundo o cronograma apresentado, estão em execução obras nos Fóruns de Armazém*, Ascurra*, Brusque*, Capital – Sede*, Descanso*, Fraiburgo*, Correia Pinto*, Gaspar, Lages*, Pomerode*, Rio do Sul, São Miguel do Oeste*, Tijucas – Canelinha* e Videira* (*obras a serem concluídas no biênio 2014/2015).

“Os novos fóruns já contemplam a acessibilidade e, quanto aos prédios já construídos, já temos projetos para adequar essas instalações, a fim de garanti-la”, disse Herlei. Ao encerrar a reunião, o desembargador Nelson ressaltou que deve haver conscientização de que a acessibilidade deve atingir a todos.

(*Para quem quiser ler a notícia na íntegra: http://app.tjsc.jus.br/noticias/listanoticia!viewNoticia.action?cdnoticia=29635)

Fico feliz quando leio que a acessibilidade deve atingir a todos, porque esta é a maior bandeira do SemAcesso! Acessibilidade nunca foi e nunca será algo exclusivo de certos guetos da sociedade. Acessibilidade é um direito de todos e ponto final.

E pensar que a intrépida trupe do SemAcesso deu um…digamos… “empurrãozinho inicial” para estas “mudanças” me enche de orgulho!

Nada neste sentido vem fácil (é demorado, envolve várias pessoas e setores, boa vontade, além de outros fatores), mas atentar-se para isto mostra o grau de maturidade de uma sociedade. Colocar-se no lugar do outro é um dos principais desafios da nossa época.

#SemAcesso deixando legados 🙂

Sem Acesso visita: Bovary Snooker Pub

Já imaginou um lugar moderninho, frequentado por várias “tribos”, com boa música e bebida?

Um lugar que serve batata frita com bacon e, de repente, começa a tocar a trilha sonora de Grease, nos tempos da Brilhantina?

Um lugar em que as pessoas fazer happy hours jogando sinuca e saem de lá após show de alguma banda cover de alguma “banda-mito“, tipo Beatles?

Esse lugar é o Bovary Snooker Pub, em Joinville.

Pena que é SEM ACESSO!

A Casa é localizada no segundo andar de um prédio, cujo único meio de acesso é por meio de escadas.

Antes da reforma de 2013, a entrada E saída de pessoas era por meio de uma única escada, que apelidei gentilmente de “Escada da Nazaré“.

Você já subiu ou desceu bêbado(a) essa escada? Ficou com medo? Foi com ou sem emoção?

Pois bem. Após o anúncio da referida reforma, fiquei animada com a possibilidade finalmente existir algo que remeta à acessibilidade lá, já que ninguém pensou nisso quando o projeto foi aprovado.

Aí construíram outra escadaria, esta para saída de pessoas, mais ampla e nos fundos da Casa:

14896383

É, não foi desta vez. Mas eu adotei uma filosofia: se o lugar não tem acesso, o problema é do lugar. A exceção da famosa hamburgueria que tentou trocar acessibilidade por lanchinhos, não deixo de frequentar o local. E é claro, de encher o saco de todo mundo exigir acessibilidade, algo que deveria ser óbvio.

Esses dias visitei o Bovary novamente.
Era aniversário de uma amiga querida, e enfrentei a escada cheia de coragem.

Olá, como vai?

Olá, como vai?

Mas olha, a experiência nunca é das melhores, já que preciso de um bom aparato, tanto na entrada, quanto na saída:

Chateadíssimas!

Na madruga #boladona

Sem contar que corrimão de escada de “balada” não é algo muito higiênico.

Mas o SEM ACESSO não é só baixo astral!

Semana passada recebi a melhor das notícias:

Senhoras e senhores: O Bovary vai receber um elevador!

Significa que não precisarei mais de forte aparato para me divertir. Significa que (após um bom tempo) a batata frita, a sinuca, a trilha sonora de Grease, foram democratizadas!

E o blog estará bem atento quanto esta “promessa”!

“Fa Fa Fa Fa Fa Fa Fa Fa Fa Far Better” para todos… em breve!